quarta-feira, 23 de abril de 2014

Resenha: Série Frozen - Heart of Dread - Melissa de la Cruz e Michael Johnson.

Postado por Diandra By Di às quarta-feira, abril 23, 2014


Boa tarde ^^

Voltando para deixar a próxima resenha do dia.

Série Frozen  Heart of Dread  - Melissa de la Cruz e  Michael Johnson.


Autor: Melissa de la Cruz e  Michael Johnson
Editora:  Putnam Juvenile
Páginas: 320
Classificação:
 2.5 / 5



Sinopse

"Situado em 111 C.D., 111 anos depois de um desastre catastrófico que dizimou 99% da humanidade e deixou a terra coberta de gelo, esta nova série apresenta aos leitores um grupo desorganizado de amigos e da aurora de um novo tempo. O mundo da razão, da matemática e das ciências está terminando, e uma nova civilização está nascendo a partir do gelo: um mundo de magia e caos, feiticeiros e feitiçaria."


O que eu achei?

Achei bastante interessante.

Que resposta horrível foi essa, Diandra? 

Calma, eu vou explicar.

O livro é um distópico, a história é muito interessante, mas neste primeiro livro muitas coisas sobre a história não são explicadas, o que me deixou bem confusa.

Por exemplo, por que só há adolescentes no planeta? Eu não entendi essa...

A história se passa depois de um grande desastre, que dizimou bilhões de vidas. O planeta entrou (pelo o que eu pude entender) em uma nova era do gelo. Tudo começa no que sobrou dos Eua, pouquíssimas cidades sobreviveram, uma delas é chamada de New Vegas.

O estranho é que todas as pessoas que nasceram com olhos azuis ou verdes apresentavam conforme cresciam, alguns  poderes. Algumas podiam ler mentes, outras tinham um grande poder de telecinese, o que no começo era aceitável passou a ser visto por perigoso e hostil para as pessoas de olhos castanhos e pretos. Logicamente que o medo do que não podemos explicar pode transformar pessoas boas e pacificas em assassinos cruéis e governantes ditatoriais.

A história segue na visão de dois personagens. Nat, uma garota bonita de dezesseis anos que fugiu de uma unidade de contenção para pessoas com olhos claros. E Wess, um garoto de dezesseis anos que é um ex soldado (um dos melhores por seus feitos) que foi tirado de sua posição após uma grande batalha, que ele venceu por pouco, mas que mudou a vida dele (não é explicado porque =/).

Nat, está em New Vegas trabalhando como Dealer (distribuidor de cartas em mesas de jogos). Ela conseguiu fugir do hospício onde estava internada, e depois de conseguir lentes de contato que escureciam seus olhos claros ela passou a trabalhar para juntar dinheiro e fugir para o Azul.

O Azul é o chamado paraíso, ou nos termos humanos Atlântida ou Avalon. Um lugar de pureza e sol, onde o mal que assola o mundo comum não pode chegar.

"Ela poderia fingir que ela nunca tinha corrido, que nunca tinha saído da janela, apesar de que "queda" não era a palavra certa, ela deslizou, voando pelo ar como se tivesse asas. Nat tinha pousado duro em um banco de neve, desarmou os guardas do perímetro que tinham a cercado, roubou um colete térmico para manter-se aquecida. Ela seguiu as luzes de uma pista e uma vez que ela chegou à cidade, era fácil o suficiente negociar o colete por lentes para esconder seus olhos, permitindo-lhe encontrar trabalho no cassino mais próximo."

Ela já está na cidade a alguns meses e os ataques as pessoas com olhos claros estão cada vez piores, ela sente que já está na hora de ir embora. Porém, como fazer isso?

Exitem rumores que algumas pessoas são capazes de fazer isso. Mas é arriscado e caro. O azul é uma lenda, até que Nat descobre um antigo medalhão, um mapa feito a muito tempo, e perdido a mais tempo ainda.

Pela primeira vez Nat sente esperança. Quer dizer, ela também tem alguma coisa dentro da cabeça dela que a manda fazer coisas, que a protege, que a aconselha. Ela o chama de monstro, mas não sabe o que é.

Nat então encontra Wess, ele é capaz de tira-la de New Vegas e fazer a travessia até onde ela deseja ir.

Wess é atormentado pela perda de sua irmã, que sumiu quando ele era criança e ele jurou que a encontraria novamente.

É assim que a história começa. Nat paga uma fortuna para sair de New Vegas, e Wess que aceitou o trabalho já pensando em trair a garota descobre o colar muito peculiar que ela carrega.

Ambos os protagonistas, juntamente mais alguns ajudantes de Wess, embarcam nesta jornada.

Claro que neste novo mundo não somente humanos existem, também existem criaturas mágicas escondidas nas geleiras, povos antigos que apareceram para os humanos.

"Havia rumores dos pequenos homens de viverem abertamente com seus irmãos mais altos em Nova Pangaea, mas as sílfides e drau se mantinham entre si, escondidos em suas remotas geleiras montanhosas. Muitos duvidaram que eles realmente existiam, muito poucos tinham visto um."

O livro tem uma boa narrativa, uma história que cativa a imaginação. Porém, teve muitas coisas que eu não gostei ou fiquei com raiva na hora da leitura. Faltava poucas paginas para o final do livro e eu fiquei com tanta raiva que pensei em desistir.

A Nat tinha tudo para ser uma personagem forte na história, mas não é. Ela chora demais, a todo momento, ao invés de se concentrar na sua fuga ela acaba apaixonando-se pelo Wess, e tudo bem não sou contra um bom romance, desde que ele não seja meloso e estranho. 

Pelo amor de Deus, em MUITOS trechos do livro você pensa que a Nat pode ser a irmã desaparecida do Wess. Quem é que consegue continuar a imaginar os dois juntos assim?

O Wess é um cara bacana, todo atormentado pela guerra. (Mesmo que na história não fique claro os horrores que ele supostamente passou) então não dá para entender por que ele é tão perturbado por esse passado desconhecido.

Espero que isso seja esclarecido no próximo livro da série. (Sim, eu vou ler o próximo).
.
Eu recomendo esse livro?

Sim. Acho que toda forma de leitura é válida, e com alguns livros você descobre o que te move a ler, que tipo de romances te chamam a atenção. Também descobre o que não é legal de ler.

Frozen é bem escrito, mas peca nos detalhes que são importantes para entendimento da história.

O Book Trailer deste livro é uma graça. Achei muito fofo.









0 comentários:

Postar um comentário

Link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Livros da Tarde Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos