quarta-feira, 23 de abril de 2014

Resenha: Série Reiniciados - Teri Terry

Postado por Diandra By Di às quarta-feira, abril 23, 2014


Olá pessoas,

Hoje vou fazer a resenha de um livro que eu AMO muito ^^

Série Reiniciados de Teri Terry.


Autor: Teri Terry
Editora: Farol Literário
Páginas: 430
Classificação:
 5 / 5


Sinopse

"As lembranças de Kyla foram apagadas, sua personalidade foi varrida e suas memórias estão perdidas para sempre. Ela foi reiniciada. Kyla pode ter sido uma criminosa e está ganhando uma segunda chance, só que agora ela terá que obedecer as regras. Mas ecos do passado sussurram em sua mente. Alguém está mentindo para ela, e nada é o que parece ser. Em quem Kyla poderá confiar em sua busca pela verdade?"


O que eu achei?

Como eu disse anteriormente esse é um livro que eu gostei muito de ler.

Reiniciados é um romance distópico, assim como Jogos Vorazes e Divergente. Ele conta a história de Kyla uma adolescente de dezesseis anos que foi reiniciada. O que é ser reiniciada? Já explico.

Após uma terceira Guerra Mundial, a Grã Bretanha se fechou em uma ditadura de partido único, logo todas as regras de uma ditadura prevalessem neste novo governo, ou seja, ninguém entra ou sai do país, e todos são obrigados a seguir as novas leis desta ditadura.

Neste novo governo se você tem até dezesseis anos e é pego cometendo um ato de vandalismo, um crime, ou até mesmo um protesto. Você é preso, julgado e separado para o projeto Reiniciados. Que consiste em uma neurocirurgia onde todas as suas memórias, suas lembranças, sua personalidade são apagadas. É uma segunda chance dada pelo governo para esses adolescentes desordeiros entrarem na linha. 

Depois desta cirurgia, o adolescente é levado para um centro de reabilitação onde ele vai aprender a comer, falar, andar...enfim, vai aprender tudo novamente. O governo tem um período de seis meses para reintegrar este adolescente na sociedade. Após esse período esse garoto/garota recebe um nome e uma nova família adotiva, está nova família ficará responsável pela educação deste jovem.

"Estranho. Tudo bem, não tenho muita experiência nisso para embasar este julgamento. Posso ter dezesseis anos , não ser lenta, ou retardada, nem ter sido trancada num armário desde o nascimento - até onde eu saiba -, mas ser transformada numa Reiniciada faz isso com você. Deixa a pessoa vazia de experiências. "  

Kyla, a personagem principal do livro foi Reiniciada, sendo assim ela não tem lembrança alguma de quem ela era antes. Mas, é justo ai que você começa a pegar coisas estranhas acontecendo na história.

Ela não passou a período de seis meses no complexo de reabilitação, ela ficou detida por muito mais tempo. Todos os Reiniciados tem que, ao menos, uma vez por mês fazer terapia, um bom modo do governo verificar continuamente o progresso deste novo reiniciado em sociedade. Já, nossa querida Kyla, tem que fazer terapia toda semana. Sem contar o fato de ela ser extremamente vigiada pela sua nova família.

A médica que cuidou do seu caso não é uma simples médica do projeto Reiniciados. Ela é criadora deste projeto.

Então, durante o decorrer da história você fica extremamente curioso a respeito da Kyle e sua história. O que diabos essa garota fez para ser tão vigiada agora. E com isso você fico cogitando milhares de coisas que ela poderia ter feito para ser presa. Será que ela queimou um ônibus cheio de criancinhas? Ou saiu metralhando em plena Londres? O que a Kyla fez de tão horrível?

Você, caro leitor, vai ficar curioso até o final do livro.  

"Estamos indo para casa. Mas ela é minha? Elas está ficando familiar; confortável, na maior parte do tempo. Não acordo mais pela manhã sem saber onde estou e sem encontrar meu caminho no escuro. Passar pela segurança do hospital e por trás das grades e guardas das torres não foi confortável e sim claustrofóbico: desejei pular do carro e sair correndo durante todo o caminho de volta ao condado. Par longe daquelas ruas com guardas, e da multidão apressada. Autoestradas e blitz com vans pretas e armas."

A Kyla não é estúpida, ela sabe que é diferente dos outros Reiniciados que conhece. Logo, ela fingi o tempo todo ser uma Reiniciada comum e tola.

Ao meu ver, ela é o tipo de garota que você quer ter como melhor amiga.

Este livro é fantástico, ele tem um pouco de romance, mas o foco da história é a aventura da Kyla. O que ela vai fazer para descobrir a verdade, como ela vai lidar com toda a pressão deste governo ditatorial.

Se eu recomendo esse livro?

SIM, SIM E SIM.

Depois de Jogos Vorazes, Reiniciados é um dos melhores distópicos que eu já li.

O final deste livro é um tapa na cara de qualquer leitor. Você passa o livro todo cogitando milhares de coisas sobre a história, e o final desta primeira parte, e o final não é nada do que você imaginou. Ou seja, o final é daqueles que surpreendem. =D

Já estou lendo o segunda da série chamado Fragmentada e depois eu posto o que eu achei.

Que tipo de livros vocês gostam? Deixe nos comentários... ^^




0 comentários:

Postar um comentário

Link

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Livros da Tarde Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos